Westworld | Você tem que ver a nova série da HBO

, , No Comments
Quando se entra no mundo de Westworld, série da HBO que adapta o filme homônimo de 1973, pouca coisa se explica. Vemos um cenário deslumbrante que é praticamente onipresente em quase todos os western clássicos: Monument Valley. Quem não viu nem leu nada sobre o programa vai achar que se trata de um drama de época sobre cowboys e bandidos, belas damas e prostitutas, uísque e cavalos. E, na verdade, Westworld tem todos esses elementos, mas há um detalhe: todo esse mundo antigo é um parque temático de alta tecnologia, instalado nos Estados Unidos em um futuro indefinido. Cada personagem que compõe o parque é uma inteligência artificial, programada para executar papéis pré-determinados em narrativas diversas, com o único intuito de entreter os visitantes, que pagam (muito) caro pelo direito de passar um dia ali. Em Westworld, os turistas podem fazer o que bem entenderem com os moradores do parque. O lugar é um verdadeiro playground para adultos ricos, que têm o direito de balear as IAs, ter com elas relações sexuais, arrancar-lhes os escalpos, violentá-las, ou simplesmente aceitar convites dos personagens para viverem aventuras naquele lugar, que parece infinito.
As regras desse mundo novo são apresentadas aos poucos. É como se cada episódio acrescentasse uma nova camada que aprofunda mais e mais o jogo, indo a níveis mais profundos, densos e perigosos. Nesses níveis, os personagens, sejam estes reais ou inteligências artificiais, vão sofrer as consequências de seus atos: as IAs se rebelarão, outros desvendarão segredos tenebrosos do parque, e outros... bem, outros a gente ainda não faz ideia do que vão fazer.
O filme original, uma ficção científica que fez sucesso antes de Star Wars mudar as regras do jogo em Hollywood, traz algumas dicas para tudo o que pode vir por aí, mas até essas dicas nada mais são do que palpites. Tudo pode ser diferente.
O elenco de Westworld é estrelado: Anthony Hopkins é o Dr. Robert Ford, o idealizador e proprietário do parque; Jeffrey Wright é o engenheiro que mantém tudo funcionando; Evan Rachel Wood é Dolores, a IA mais antiga do lugar; Thandie Newton é uma IA que faz o papel de cafetina na principal cidade de Westworld; Ed Harris é o visitante que decidiu estabelecer sua vida dentro do jogo, esquecendo o mundo real e buscando descobrir o que os níveis mais profundos têm a esconder; a série ainda conta com Rodrigo Santoro, Luke Hemsworth e Jimmi Simpson, cujos personagens ainda podem se desenvolver muito mais.
Criada por Jonathan Nolan e Lisa Joy Nolan, Westworld é intensa em sua caracterização e efeitos especiais, trazendo para o contexto atual todos os questionamentos apresentados pelo filme original, respeitando sua premissa sem abrir mão de levantar novas indagações para o público do século 21. Os episódios que vimos até agora têm mais perguntas do que respostas, mas isso já era esperado de um programa que pode ficar no ar por muitos anos, considerando que a série estreou com uma das maiores audiência da HBO em muito tempo.
Minha opinião sobre Westworld é bem simples: se você só puder ver uma série nova nessa fall season, escolha a ficção científica da HBO. Você não vai se arrepender.