Conheça 'Brincante', misto de ficção e documentário sobre a obra de Antônio Nóbrega

, , No Comments
Depois de uma calorosa acolhida no Festival do Rio e na Mostra Internacional de São Paulo, Brincante, novo filme de Walter Carvalho, chega aos cinemas brasileiros em 4 de dezembro. Documentário com ares de ficção, narrativa sem narrador que reproduz a trajetória artística e pessoal de Antonio Nóbrega, Brincante sintetiza na tela a alegria que já se espalhou por palcos do Brasil e do mundo. O filme coloca em cena o trabalho de uma vida, que se caracteriza pela consistente leitura da cultura popular, valorizando seu imaginário e universo simbólico, e atualizando-a dentro de uma compreensão contemporânea.
Brincante é conduzido pelos personagens João Sidurino e Rosalina, das peças "Brincante" e “Segundas Histórias”, interpretados por Nóbrega e Rosane de Almeida. Distribuído pela Espaço Filmes, o longa é uma produção Gullane em coprodução com Brincante Produções Artísticas, Maria Farinha Filmes, Kinofilme e HBO Latin America Originals.

Sobre Antonio Nóbrega
Nascido no Recife em 1952, estudou música desde muito cedo, sob influência do pai, tornando-se violinista com passagem pelas Orquestras Sinfônica de Recife e de Câmara da Paraíba. O convite de Ariano Suassuna para integrar o Quinteto Armorial reorienta sua carreira artística, descortinando para Nóbrega a riqueza da arte popular. A partir de então começa a estudar com disciplina as diversas manifestações populares brasileiras, não apenas nos livros de teóricos que sobre ela se debruçaram, como Mário de Andrade, como também nos que a produziram, como o próprio Suassuna. Em andanças pelos sertões do Brasil, o multiartista travou conhecimento com muitos artistas, observando diretamente a criação e exibição do que viria a ser matéria-prima de seu trabalho. Em 1992 monta o espetáculo “Brincante”, sucesso em todas as praças por onde passou e começa a ser conhecido também nos grandes centros culturais. “Segundas Histórias” o sucede e dá continuidade a sua proposta. Depois disso, muitos espetáculos nascem e têm carreira bem-sucedida, ao mesmo tempo em que Antonio Nóbrega e sua esposa, a também artista Rosane Almeida, estabelecem em São Paulo o Espaço Brincante, que passa a oferecer formação para educadores e artistas interessados em “disciplinas” como a ciranda, o frevo, caboclinho, reisado, boi, cordel, maculelê e muitos outros. Nóbrega já levou sua arte a vários países, entre eles Portugal, Alemanha, EUA, Cuba, Rússia e França. Foi premiado inúmeras vezes por seu trabalho (Mambembe, APCA, Shell e Conrado Wessel, Comenda do Mérito Cultural) e, em 2014, foi homenageado pelo Carnaval de Recife. O lançamento de “Brincante” realiza um desejo antigo de transpor para as telas do cinema este espetáculo fundador de sua obra e trajetória.

Veja abaixo um featurette sobre Brincante, no qual Antônio Nóbrega, Walter Carvalho e Fabiano Gullane (produtor) falam sobre a mistura de ficção e documentário que caracteriza o filme.