Capitão América 2: O Soldado Invernal | A Marvel em sua melhor forma

, , No Comments
Mais do que outro filme de super-herói, ou outro elemento na "fase dois" da Marvel, Capitão América 2: O Soldado Invernal (Captain America: The Winter Soldier, EUA, 2014) é um upgrade na capacidade do estúdio de se reinventar e se superar a cada filme, com somente algumas exceções (como os filme de Thor). Com uma trama inteligente que mais se assemelha a um filme de espionagem, o filme de Anthony e Joe Russo (criadores da série Community, favorita deste blogueiro) é uma bem-vinda renovação ao gênero super-heróis, trazendo personagens que, mesmo parecendo pequenos, têm grande possibilidade de crescimento. Além de serem relevantes e interessantes.
A título de comparação, alguns dos personagens de Thor 2: O Mundo Sombrio não têm sequer uma fração do carisma que os coadjuvantes de Capitão América 2 possuem, estejam estes do lado dos vilões ou dos heróis. E até agora estamos falando somente dos coadjuvantes.
Os protagonistas do filme, desde o próprio Capitão América (Chris Evans), passando por Nick Fury (Samuel L. Jackson), Viúva Negra (Scarlett Johannson) e Falcão (Anthony Mackie), são privilegiados pelo roteiro extremamente esperto e generoso em diálogos e reviravoltas muito verossímeis.
Neste segundo filme, o Capitão América é um homem de mais de 90 anos ainda se adaptando ao mundo moderno. Steve Rogers já viveu uma guerra e continua sendo um soldado, disposto a defender a humanidade e impedir sua destruição. Quando ele se depara com uma conspiração que ameaça a existência da S.H.I.E.L.D., precisará descobrir em quem confiar para evitar que uma nova guerra mundial tenha início. Em meio a tudo isso, um fantasma do passado retorna na forma de um misterioso e letal inimigo, o Soldado Invernal.
Aliás, o vilão que dá nome ao filme é um personagem que merece aplausos. Criado pelo roteirista de quadrinhos Brian Azzarello em uma das fases mais elogiadas da HQ do Capitão, o Soldado Invernal é de uma frieza avassaladora, uma máquina de matar capaz de passar por cima de todos para cumprir suas ordens.
Com tanta coisa acontecendo, Capitão América 2 é uma produção espetacular, com cenas de ação e efeitos especiais que elevam o padrão Marvel de qualidade, tornando cada vez mais difícil fazer novos filmes no mesmo nível para o estúdio. Melhor para o público.