Marcados Para Morrer - Policial realista e emocionante

, , No Comments
Contando o dia a dia de dois policiais trabalhando na periferia de Los Angeles, Marcados Para Morrer (End of Watch, EUA, 2012) é um drama de ação policial diferente de tantos outros filmes do gênero lançados todos os anos. Na verdade, ao optar por uma estética semelhante a documentários e programas do tipo Cops, o diretor David Ayer (Os Reis da Rua, Tempos de Violência) acaba se aproximando muito mais de séries policiais como Southland, o que confere uma abordagem mais realista e sincera sobre a rotina de dois caras corajosos combatendo o crime pelas ruas, fazendo o trabalho pesado.
Estrelado por Jake Gyllenhaal (Príncipe da Pérsia - As Areias do Tempo) e Michael Peña (Crash - No Limite e As Torres Gêmeas) - além da presença marcante e natural de Anna Kendrick, que mostra sem parar quão talentosa é -, Marcados Para Morrer vai fundo nas vidas dos dois protagonistas, alternando momentos em que a ação e o suspense se sobrepõem constantemente, com cenas simples de seus relacionamentos familiares e amorosos. Com o uso de câmeras tremidas e próximas dos atores, a impressão que se tem é que estamos ali, ao lado deles, tanto que quando eles invadem uma casa que servia de depósito para corpos em decomposição, quase é possível sentir o fedor da carne pútrida.
O uso deste recurso termina por aproximar o espectador também da vida dos protagonistas, fazendo com que cada respiração e cada palavra dita por eles realmente importem. Assim, fica impossível não se emocionar no clímax do filme.
Sem querer entregar muita coisa, basta dizer que Marcados Para Morrer é impactante e pode, sim, te fazer chorar.