Em Transe - Novo filme de Danny Boyle é 'A Origem' realista

, , No Comments
É difícil agrupar a obra do cineasta Danny Boyle em um único gênero. Diretor que já fez drama (Quem Quer Ser Um Milionário), filme infantil (Caiu do Céu), ficção científica (Sunshine - Alerta Solar),  comédia de humor negro (Cova Rasa) e história real de sobrevivência (127 Horas), o inglês incansável prossegue em sua carreira multifacetada e de enorme alcance com Em Transe (Trance, Inglaterra, 2013).
Tendo James McAvoy como seu protagonista, Em Transe conta a história de Simon, agente de uma casa de leilões que participa secretamente do roubo de um quadro de alto valor. Ele se junta a uma quadrilha liderada por Franck (Vincent Cassel), mas durante a ação, acaba tendo um grave ferimento na cabeça e esquece onde guardou a obra. Sem ter um prazo médico para a recuperação da memória de Simon, o grupo procura uma hipnoterapeuta, Elizabeth (Rosario Dawson), na esperança de colocar as mãos no quadro. A partir daí, a trama se desenrola por caminhos inesperados, com o envolvimento de Elizabeth no roubo e outras surpresas que só vendo mesmo para descobrir.
O que importa é a maneira como Boyle conta a história. Contando com um roteiro inteligente e memorável, escrito por Joe Ahearne e John Hodge (que já colaboraram em outros filmes do diretor, como Cova Rasa e A Praia), o diretor usa a câmera para retratar toda a confusão existente na mente de Simon, mas sem transformar o filme em uma pura alucinação. As idas e vindas na história vão montando o quebra-cabeça e abrindo espaço para o momento em que se questiona se o que está acontecendo em cena é real ou pura sugestão hipnótica.
As reviravoltas da trama servem, entre outras coisas, para fortalecer a sensação de impotência dos dois homens, Simon e Franck, perante o controle de Elizabeth. Apesar de não ser a protagonista, é ela quem centraliza todo o filme, isso porque possui o poder de vendar os olhos de todos - inclusive do espectador - para o que é verdade ou não.
Por explorar o mundo inexplorado da mente humana, Em Transe pode ser classificado como um thriller aos moldes de A Origem, só que numa abordagem mais realista e, é claro, sem o uso de quaisquer efeitos especiais a fim de atingir o objetivo principal: fazer um filme do tipo "piscou-perdeu". A depender deste blogueiro, objetivo alcançado com louvor.

Em Transe (2013) on IMDb