O clichê nosso de cada filme - Parte 1

, , No Comments
Todo mundo fala mal, mas ninguém nunca vai encontrar aquele filme livre de clichês, qualquer que seja a forma. O fato é que os clichês estão aí, foram estabelecidos em tempos imemoriáveis e nunca mais saíram da cinematografia mundial. Aqui mesmo no Pop Cine Mais costumamos usar alguns dos clichês, por exemplo, quando dizemos que algum filme é "imperdível", ou que a atuação de alguém é "arrebatadora". Bem que nós tentamos, mas tem momentos que fica difícil resistir a um bom e velho clichê.
No cinema é a mesma coisa, só que numa proporção mais, digamos, gigantesca. Aqui listamos alguns dos clichês mais comuns na Sétima Arte (outro clichê, só para não repetir a palavra cinema), mas você pode sugerir outros clichês, que com certeza deixaremos de fora, afinal de contas, são tantos que é impossível lembrar de todos. Vamos aos malditos (ou não):

Corrida do amor em final de filme romântico - você sabe, aquele momento em que o cara percebe que a garota realmente o ama; o problema é que ela vai pegar um avião para, sei lá... Paris, vá lá!, onde ficará os próximos dois (ou dez) anos. Um filme inteiro para resolver a parada não basta, são necessários dez minutos de correria - pegando táxi que fica preso no trânsito, subindo na cabeça da multidão que abarrota o aeroporto, invadindo a área de embarque com toda a polícia na perseguição até conseguir alcançar a dita cuja e, somente aí, se declarar fervorosamente, diante de uma plateia apreensiva de incautos, que inevitavelmente aplaudirá quando o casal se beijar. E aí, lembrou de algum desses filmes? 
Vamos a eles: Simplesmente Amor; Harry e Sally - Feitos Um Para o Outro; O Melhor Amigo da Noiva (foto); Um Lugar Chamado Notting Hill e uma porção de outros!


Perseguição no telhado - Parece que todo filme de ação depois da trilogia Bourne precisa desesperadamente de arrumar uma perseguição no telhado. E normalmente tem que ser em algum país desses exóticos, onde as casas são grudadas umas nas outras e os telhados são compartilhados, porque assim é possível fazer a correria completa, com tiroteio, exibição de dublês especializados em le parkour e muito bandido caindo de dez metros de altura, com o grande final em que o herói se safa, mas não sem alguns arranhões, pois estamos falando do cinema de ação moderno - o mocinho não é mais invencível.
E os filmes: O Legado Bourne; Missão: Impossível 3; 007 - Cassino Royale e os que você conseguir lembrar!

Ataques em Nova York - Se na Idade Média todo mundo achava que a terra era o centro do universo, nos tempos modernos parece que esta posição vem sendo ocupada por um lugar bem menor: Nova York. Na verdade, esse é um tema que dá pano para a manga, dá para escrever livros sobre o assunto! Exageros à parte, quase todo filme-catástrofe tem na Grande Maçã seu cenário principal: Armageddon, O Dia Depois de Amanhã, Impacto Profundo, Independence Day, Os Vingadores, etc. Além desses filmes de destruição em massa, muitas outras produções de ação colocam a cidade no centro das atenções: Nova York Sitiada, Duro de Matar: A Vingança, além do óbvio As Torres Gêmeas, que relata os eventos trágicos de 11 de setembro de 2001. Tirando esse último filme, o fascínio pela cidade é geral, tomando conta de uma grande quantidade de cineastas. Tudo bem que NY é linda e tal, mas já foi destruída tantas vezes que o desafio é encontrar regiões e monumentos locais que ainda não foram alvo de terroristas, alienígenas, seres extradimensionais e meteoros gigantes. Então #ficaadica: que tal escolherem outra cidade? Pode até ser uma fora dos Estados Unidos, sei lá, um lugar mais tranquilo como... Aracaju? Pensando bem, não. Seria muito brochante ver a Ponte do Imperador ser o alvo de invasores espaciais!

E aí, lembrou de algum? É só comentar que a gente publica aqui!